Vilhena sedia Seminário de Liderança do Cooperativismo Financeiro e Empresarial

Grandes nomes do cooperativismo de crédito do Brasil participaram do encontro

O município de Vilhena (RO) recebeu pela primeira vez o 3º Seminário de Liderança do Cooperativismo Financeiro e Empresarial. O evento aconteceu no Centro de Treinamento e Cultural do Sicoob Credisul, realizado pelo Sebrae em Rondônia, em parceria com os sistemas de cooperativas de crédito- Sicoob, Cresol, CrediSIS e Sicredi, e teve como objetivo fomentar os debates sobre cooperativismo de crédito para micro e pequenas empresas.

O diretor administrativo e financeiro do Sebrae, Carlos Berti Niemeyer, ressalta a importância do seminário para técnicos dos sistemas de cooperativas e cooperados: “o evento visa trabalhar as novas tecnologias, trazendo mais conhecimentos para que possam atender melhor seus clientes”.

Ivan Capra, presidente do Sicoob Credisul, também esteve presente e diz que o evento consolida o modelo de cooperativismo: “A união e a disseminação das ideias através desses eventos são de suma importância. E é nesse momento que entra o Sebrae e o Sescoop, entidades do sistema ‘S’ que estão ligadas ao mercado (o Sebrae com as empresas e o Sescoop com o cooperativismo financeiro). Cidades onde as cooperativas financeiras são fortes apresentam IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) melhor, e as taxas e tarifas que os bancos cobram são menores. Só pelo fato de uma cooperativa de crédito existir em determinado local, mesmo que não sejam cooperadas, as pessoas levam vantagens”.

O seminário trouxe para Vilhena alguns dos maiores palestrantes do cooperativismo de crédito do Brasil, como Renato Santos, Ivan Emerik, Gabriel Murad Velloso Ferreira, Augusto José Sperotto e Adalberto Luiz, e foram apresentadas soluções financeiras focadas para os pequenos negócios.

A abertura foi feita pelo palestrante Renato Santos, que também é administrador de empresas, autor de livros e coautor da versão atual do Empretec. Sua apresentação teve como tema “Inovação do Atendimento”.

“É errado achar que as inovações estão distantes. Hoje, a velocidade de implantação de novas formas de atendimentos e relacionamentos com o consumidor é muito mais rápida do que a capacidade das empresas em aprender”, explica. Para que o público tenha melhor compreensão do assunto, Renato o dividiu em três etapas: “A primeira é mostrar às pessoas que a inovação não está distante. A segunda é mostrar casos de empresas que já utilizam tecnologias, e, por último, oferecer uma agenda do que eles podem fazer agora para melhorar a capacidade de atendimento e inovar com novas ferramentas”.

A palestra do Renato já surtiu efeito nos participantes. Enoque do Carmo, consultor, foi um deles. Veio de Porto Velho (RO) exclusivamente para o seminário e está voltando com a mala cheia de conhecimento: “eu não pisquei os olhos na primeira palestra (risos). O tema foi muito atual, o palestrante nos fez pensar e repensar nosso modelo de negócio e se nós estamos realmente preparados para a inovação”.

Wagner Aguiar, mecânico, é de Colorado do Oeste (RO) e ficou sabendo do seminário por umoutdoor. Curioso para saber sobre o que se tratava, correu para fazer a inscrição, aproveitou para trazer a esposa, e saiu do seminário cheio de ideias inovadoras: “Se não inovarmos ficaremos para trás. Aí vem outro que tem uma visão que não tive e toma meu posto de trabalho. Através das palestras saímos do cotidiano do trabalho e aprendemos mais”.

O evento contou com aproximadamente 250 pessoas de diversas cidades do estado de Rondônia. Além das palestras, os participantes tiveram oficinas e um talk-show.

Para mais informações, acesse sebrae.ro ou ligue para 0800 570 0800.

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.