Um ano depois, bandido é preso e confessa que matou mulher que não parou moto durante roubo

Policiais da Delegacia de Patrimônio cumpriram mandado de prisão preventiva contra os apenados Joel Leite de Oliveira, 27 anos, e Diego Souza da Silva, 19 anos, apontados como os autores da morte de Rosana Mendes da Silva, de 30 anos, assassinada na manhã do dia 22 de agosto de 2017, durante uma tentativa de assalto na Rua Milleniun, no Bairro Tiradentes, na Zona Leste de Porto Velho.

Para o delegado José Marcos, Diego confessou durante depoimento que atirou na vítima porque ela não obedeceu a ordem de parada, quando ele anunciou o assalto. O bandido disse ainda que o objetivo era roubar a motocicleta de Rosana.

De acordo com o delegado, na época do crime Joel chegou a ser preso pela Polícia Militar (PM) após uma denúncia anônima relatando que ele tinha participação na morte da vítima, mas como não havia provas, foi encaminhado para o presídio por estar foragido do sistema prisional.

Ainda de acordo com o delegado, Diego também chegou a ser preso 19 dias após o crime ao ser flagrado com uma arma de fogo e foi constatado pelos policiais durante as investigações que era a mesma usada na morte de Rosana. Os policiais conseguiram localizar a motocicleta usada pela dupla.

O esposo da vítima contou ao delegado que Rosana era muito distraída e provavelmente não percebeu que se tratava de um assalto por isso continuou pilotando a moto.

Crime

No dia do crime, Rosana teria deixado uma de suas filhas na escola e estava retornando para buscar outra e quando entrou na Rua Millenium foi abordada pelos criminosos em uma motocicleta anunciando o assalto.

A vítima não obedeceu à ordem de parada e foi atingida com um tiro no pescoço. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionada, mas quando chegou ao local Rosana já estava sem vida.

Autor:Rondoniagora

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.