SEM MISTÉRIO – PROCESSO DA COMPRA DE CAL PELA SEMUSB ESTÁ NO TCE DESDE O DIA 27/03

A novela que se arrasta a mais de 10 dias, chega assim ao seu desfecho com a analise da CORTE DE CONTAS, e que nesta semana deve emitir parecer sobre toda a celeuma criada em torno desta compra.

 O TRIBUNAL DE CONTAS foi “acionado” através de denuncia protocolada naquela corte com o nº 034218/TCE-RO sobre a COMPRA DE CAL realizada pela SEMUSB, que no entender DA DENUNCIANTE, seria uma compra suspeita e o produto não teria sido entregue naquela secretaria.

Mesmo o secretário WELLEN PRESTES tendo mostrado através do repórter WILLIAN FERREIRA DA SILVA,  até o descarregamento de uma carreta carregada com o produto, isso não convenceu a vereadora  ELLIS REGINA, que juntamente com os vereadores ALEKS PALITOT e CRISTIANE LOPES, formaram uma comissão para investigar a compra.

Na última sexta feira os vereadores ouviram a comissão de servidores que receberam o produto, que logo em seguida voltaram para a secretaria, onde receberam os técnicos do Tribunal de Contas, que munidos do OFICIO N0097/2918/SGCE, solicitavam a entrega dos dois volumes ORIGINAIS, que formam o processo nº 10.01.00091-000/2017 e 10.00001-000/2018 referentes a compra de MATERIAL DE CONSUMO(CAL).

Imediatamente o secretário WELLEN PRESTES atendeu a solicitação, e através de OFICIO 053/ASSESSORIA/SEMUSB, entregou nas mãos do servidor/técnico do TCE,  DALTON MIRANDA COSTA os dois volumes originais do processo.

A novela que se arrasta a mais de 10 dias, chega assim ao seu desfecho com a analise da CORTE DE CONTAS, e que nesta semana deve emitir parecer sobre toda a celeuma criada em torno desta compra, que segundo o secretário PRESTES, não tem nada de anormal e muito menos suspeito.

Portanto, os volumes que foram “dados como sumidos, ou desaparecidos” estão sob a responsabilidade do TRIBUNAL DE CONTAS.

Fonte: Carlos Caldeira/NewsRondonia

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.