Prefeitura de Ji-Paraná divulga medidas preventivas contra a Febre Amarela

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), divulgou hoje (22), uma programação com atividades preventivas contra a febre amarela, que serão realizadas na região da Gleba G, área rural de Ji-Paraná.

A ação foi necessária depois que a Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa) e o Laboratório Central de Saúde Pública de Rondônia (Lacen), em Porto Velho, divulgaram o resultado positivo do exame feito das amostras de um macaco encontrado morto na mata naquela região, com suspeita de febre amarela.

A equipe do Centro de Controle de Zoonoses da Semusa coletou material do animal que foi encaminhado ao Instituto Evandro Chagas no Pará, onde foi comprovada a doença.

            A morte do macaco por febre amarela não coloca a saúde da população em risco, segundo o secretário municipal de saúde, Renato Fuverki. “É uma situação normal e a população não deve ficar preocupada. Há uma convivência natural na mata entre o macaco, o vírus da febre amarela e o mosquito transmissor. Sem contar que os dois mosquitos que transmitem a doença não são urbanos, ou seja, vivem em vegetação fechada”, explicou o secretário.

“É importante salientar que os macacos são o reservatório natural do vírus da febre amarela. Eles não transmitem a doença. Pedimos à população que não sacrifiquem os animais. O problema é que com o surto na região sudeste do país, as pessoas estão assustadas. Encontrar esse animal morto por febre amarela, não significa que a população está desprotegida”, ressaltou a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Emanoela Sousa.

Equipes da Divisão de Imunização do município farão visitas de casa em casa, a partir de quinta-feira (24,) na região da Gleba G, onde o macaco foi encontrado morto. Serão conferidos todos os cartões de vacina e quem ainda não recebeu a imunização, será vacinado.

Quase 100 por cento da população de Ji-Paraná está imunizada contra a doença. E não será preciso fazer campanha de vacinação, pois não foi registrado nenhum caso de suspeita de febre amarela em humanos. Todas as salas de vacina do município têm doses disponíveis para quem ainda não foi vacinado ou que precise viajar para regiões onde há casos da doença em humanos.

Assessoria de Comunicação
Prefeitura de Ji-Paraná
Foto:Divulgação

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.