Poluição interna do ar agora pode ser testada em laboratório

Novos produtos europeus chegarão certificados de acordo com normas atualizadas e chamam a atenção para a necessidade de regras mais específicas para móveis e material

de construção também no Brasil A UL está expandindo a capacidade de seus serviços oferecidos nos laboratórios da Itália a fim de poder atender as necessidades crescentes das indústrias europeias.

Os produtos para construção e também os móveis têm um impacto muito grande na poluição interna do ar, dada a presença dos compostos orgânicos voláteis. De fato, muitos produtos de consumo emitem elementos químicos perigosos e foram relatados no RAPEX (Sistema de Alerta Rápido para produtos não comestíveis da Comissão Europeia).

Com o novo laboratório italiano da UL, os fabricantes europeus não têm mais que viajar para o exterior para prevenir a quantidade de COVs emitidas por seus produtos. O laboratório é o terceiro especializado nesta área — outros dois operam nos Estados Unidos e na China. “A hora foi perfeita para expandir os testes de COVs na Europa”, confirma Giuseppe Barisan, Diretor do segmento UL Environment. “Agora estamos aptos a oferecer o melhor serviço aos fabricantes europeus e para todo o mundo, uma vez que a exportação é algo forte entre esses fabricantes”.

Sobre o laboratório

O laboratório acreditado com o ISO 17025 possui câmaras especiais para testar as emissões de COVs dos produtos. São sete no total, variando de tamanho – 90 litros, a menor, usada para testes com produtos de limpeza e material de construção, até 6 metros cúbicos, a maior, com capacidade para uma cadeira ou pequenos móveis de escritório.

As câmaras de teste são ambientes fechados com condições bem definidas. O tempo que um produto permanece na câmara pode variar de horas a dias e depende da função do teste, que por sua vez é definido pelo produto em questão Uma vez que ele é colocado na câmara, o laboratório tira uma amostra de como está ar ambiente e depois compara com a quantidade de COVs que foi liberada.

“O compensado é um ótimo exemplo, já que muitos reconhecem o cheiro ao abrir produtos novos feitos com o material”, explica a Dra. Anne Bonhoff, química principal da divisão UL Consumer. “Esse cheiro é o formaldeído que sai do produto quando é novo. Na nossa câmara de teste, capturamos o ar que contém esse componente químico e testamos para saber quão altos são esses níveis e se são seguros para interação humana em ambientes indoor”.

O risco do formaldeído e outros COVs

O formaldeído é um dos mais famosos exemplos de um COV com potencial perigoso que pode ser liberado a partir de materiais presentes em casas, escritórios, escolas e outros ambientes indoor. Muitos ainda não sabem que, como passam muito tempo em casa, enfrentam riscos significativos de saúde por conta desses poluentes. Essa exposição prolongada pode levar a diversos problemas de saúde, como asma, dores de cabeça e ataques de alergia.

Segurança indoor

“Durante muito tempo, a Europa e o mundo se concentraram na questão da poluição externa do ar, mas o ar indoor é tão ou mais importante, uma vez que em geral passamos 90% do tempo em ambientes fechados e poluentes internos podem ser até mais danosos a saúde que os externos,” diz Bonhoff.

“Oferecemos testes de emissões para ajudar os fabricantes a economizar tempo e dinheiro e poder entrar em qualquer mercado. Testando a segurança tanto física quanto química de produtos, o trabalho que estamos fazendo aqui realmente reflete a missão da UL de criar ambientes mais seguros para as pessoas ao redor do mundo” diz Barisan.

No Brasil não há uma legislação específica sobre o controle de origem, por isso para Cintia Cespedes, Gerente de Projetos da UL Environment, toda ação que possa contribuir para aumentar a conscientização sobre o perigo dos COVs no país é bem-vinda, seja por meio da chegada de produtos importados certificados, seja por meio de certificação voluntária – “é uma excelente iniciativa para empresas que desejam demonstrar que seus produtos não trazem riscos à saúde e não prejudicam a qualidade do ar interior”, afirma.

Sobre a UL

UL (Underwriters Laboratories) promove condições de vida e de trabalho seguras para as pessoas em todo o mundo por meio da aplicação da ciência para resolver os desafios de segurança e sustentabilidade. A Marca UL gera confiança, permitindo a adoção segura de novos produtos e tecnologias inovadoras.

Multinacional norte-americana, presente em mais 143 países, a UL está no Brasil desde 2000 quando iniciou as operações, com seis funcionários. Em 2013, a adquiriu o laboratório Testtech, de Porto Alegre, que atualmente conta com 50 funcionários e novas instalações em 2017. Atuando em diversas áreas no Brasil, a empresa ensaia , inspeciona, audita, certifica de acordo com as normas do INMETRO e ANATEL valida, verifica, assessora, treina e apoia outras empresas com soluções de software para segurança e sustentabilidade.

Para saber mais sobre UL, visite UL.com.br

Assessoria de Imprensa

Engaje! Comunicação

Foto:Divulgação

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.