MOTOTAXISTAS: Categoria começa a testar motocímetro em Porto Velho

Quando estiver em uso, a bandeirada de corrida começa com R$ 3 e a cada um quilômetro, será acrescido R$ 1.

MOTOTAXISTAS: Categoria começa a testar motocímetro em Porto Velho

FOTO: (Divulgação)

Até o final de fevereiro de 2018, todos os 574 mototaxistas de Porto Velho já deverão estar circulando na praça com o motocímetro – um aparelho similar ao taxímetro utilizado para a cobrança das tarifas no transporte de passageiros.Os testes já começaram e muitos mototaxistas estão no aguardo do aparelho que só é vendido em São Paulo por um consórcio formado pelas cinco empresas que fabricam o dispositivo. Cada aparelho custa em torno de R$ 950.

O uso do motocímetro foi suspenso em 2011 por uma liminar da Vara da Fazenda Pública em favor de uma cooperativa de mototaxistas, sob a alegação de que o aparelho não era reconhecido pelo Inmetro.Quando estiver em uso, a bandeirada de corrida começa com R$ 3 e a cada um quilômetro, será acrescido R$ 1. Justo ou não, a tarifa agora pelo menos é tabelada e vai evitar a cobrança abusiva a que são submetidos os usuários do sistema aos finais de semana ou em horários noturnos.

Fonte:rondoniaovivo.com

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.