Ji-Paraná supera meta na Campanha Contra a Gripe

Ji-Paraná superou a meta da Campanha de Vacinação Contra a Gripe, estabelecida pelo Governo Federal. A Divisão de Imunização do município vacinou 97% das 25 mil pessoas dos grupos prioritários do Ministério da Saúde.

“A campanha foi positiva. Superamos a meta, que era vacinar 90% do público alvo. Ainda sim esperamos que as gestantes e as crianças de até cinco anos de idade que ainda não foram imunizadas, procurem as salas de vacinas para receberem a dose”, ressaltou Rafael Araújo, diretor da Divisão de Imunização do município de Ji-Paraná.

Com a meta alcançada, a Prefeitura montou equipes para fazer vacinação itinerante em órgãos públicos e hospitais particulares. Servidores da Prefeitura Municipal de Ji-Paraná e da Câmara de Vereadores também receberam a vacina, que protege contra três tipos de vírus da gripe, o H1N1, H3N2 e influenza B.

A auxiliar administrativa da Secretaria Municipal de Administração, Maria Judite Gonçalves, fez questão de tomar a dose. “Desde que comecei a receber a vacina nunca mais peguei gripe. Acho muito importante a gente cuidar da saúde”, disse a funcionária pública.

A campanha de vacinação contra a gripe termina nesta sexta-feira, 22, em Ji-Paraná, após ter sido prorrogada por duas vezes pelo Governo Federal. O motivo, segundo o diretor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Rafael Araújo, foi a paralisação dos caminhoneiros. “Depois do período em que faltou gasolina nos postos, a comunidade voltou a procurar as unidades. Por isso foi necessária uma nova prorrogação da Campanha para atender a população que faz parte do grupo prioritário do Ministério da Saúde”, explicou Rafael.

Segundo a diretora do departamento de Vigilância em Saúde, Emanoela Sousa, equipes de vacinadores agora estão oferecendo a vacina contra a gripe aos produtores rurais. “A expectativa é que a área rural esteja imunizada até a próxima segunda-feira”, disse a diretora.

Fazem parte do grupo prioritário, crianças de seis meses até quatro anos, gestantes, mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias, profissionais da saúde, idosos, detentos, indígenas, professores das escolas públicas e privadas e portadores de doenças crônicas.

Assessoria

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.