Em parceria com a Prefeitura, 24 detentos dos Regimes semi-aberto fabricam parquinhos e mobiliários

Mutirões de limpeza, instalações de internet wi-fi gratuita e manutenções constantes nas doze praças e no Parque Botânico de Ariquemes, têm atraído um número cada vez maior de visitantes aos espaços.

Além disso, uma importante parceria realizada pela Prefeitura de Ariquemes, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMA), está levando para estes espaços, play grounds para as crianças, e outros mobiliários em madeira, a custo quase zero.

A PARCERIA

A juíza responsável pela Vara de Execuções Penais, em Ariquemes, Dra. Claudia Mara da Silva Faleiros, explica que um convênio do Conselho da Comunidade destinou cerca de 23 mil reais do Projeto “Mãos que transformam” para serem usados na montagem da marcenaria, dentro Albergue. A SEMA, por sua vez, cede o servidor Rogério Rodrigues, profissional em marcenaria, para ministrar o curso profissionalizante a 12 detentos, que fabricam todo mobiliário e play grounds (parquinhos). Os brinquedos são instalados nas praças por outros 12 detentos, lotados na SEMA, através do projeto “Construindo a liberdade. Seis praças e o Parque Botânico já foram contemplados. “A partir de julho de 2017, nós passamos a executar o regime semi-aberto na comarca, no modelo ‘intra-muros’. Até então, os presos passavam o dia na rua fazendo o que bem entendessem e só dormiam no albergue. Então, nós determinamos que só poderiam sair da unidade se tivessem um trabalho […] e isso funciona como trabalho externo, e os detentos são remunerados.”(sic.) Explicou.

É importante ressaltar que os detentos que fazem parte dos projetos têm um dia da pena deduzida, a cada três trabalhados. Para participar, devem apresentar bom comportamento, e os que já estão lotados na SEMA, através do “Construindo a Liberdade”, ainda recebem remuneração de pouco mais de R$ 800,00 mensais.

A Secretária Municipal de Meio ambiente, Silane Guedes, ainda explica que todo mobiliário e brinquedos são feitos com madeira ilegal apreendida, destinadas à SEMA. “Se fôssemos comprar os parquinhos e mobiliários, gastaríamos um valor significativo. Então essa parceria garante reaproveitamento da madeira, ressocialização dos apenados e benefício para a comunidade.” Concluiu.

PRAÇAS BENEFICIADAS

Quero-Quero – Jd Europa : internet wi- fi e play ground

Zona Sul : play ground

Parque Botânico – play ground

Praça do setor 09 – internet wi-fi e play ground

Setor 06 – play ground e mesas

Praça da Vitória – play ground e mesas

Praça do BNH – Play Ground

 

 Fonte: Comunicação PMA

Foto: Arquivo PMA

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.