Casamento de Príncipe Harry e Meghan Markle terá plano de segurança histórico

A polícia britânica já começou a cuidar de todos os detalhes para o casamento do Príncipe Harry com Meghan Markle. Alvos de uma carta anônima com pó suspeito em fevereiro deste ano, os noivos estarão completamente seguros no dia 19 de maio, data escolhida para a celebração. Responsável pelo setor que cuidará da estratégia policial, David Hardcastle falou sobre o dia especial nesta quinta-feira (29). “A Força tem uma longa história de policiamento de eventos reais desde a Cerimônia Anual de Windsor Garter até visitas de estado e, mais recentemente, o 90º aniversário de Sua Majestade, a Rainha. O casamento do príncipe Harry e Ms. Markle não é exceção”, disse o policial.

‘Uma das maiores operações’, caracteriza autoridade

De acordo com Hardcastle, a operação policial em questão considerado histórico até mesmo pelas próprias autoridades. “Com pouco menos de oito semanas até o casamento do Príncipe Harry e da Sra. Meghan Markle, o planejamento está em andamento para uma das maiores operações de policiamento na história da Polícia do Vale do Tâmisa. Esta será uma celebração nacional e provavelmente atrairá milhares de pessoas de todo o mundo e teremos muitos funcionários trabalhando para garantir que este seja um evento seguro e feliz para todos que comparecerem”, afirmou sobre o casamento, que terá ex-namoradas do herdeiro ao trono britânico e até civis britânicos como convidados.

Segurança inclui cães de guarda, policiais à cavalo e trens com triagem

Em comunicado à imprensa, a Polícia do Vale do Tâmisa, também informou que não faltarão recursos tecnológicos e reforço de pessoal – com policiais à cavalo, cães de guarda e o serviço aéreo policial – para manter em segurança Harry e Meghan, cuja amizade com Kate Middleton tem ganhado destaque na imprensa internacional. “Existe uma ampla gama de medidas de segurança visíveis, como a extensa rede de tecnologia de Reconhecimento Automático de Placa (ANPR), Circuito Fechado de Televisão (CCTV) e Barreiras de Mitigação de Veículos Hostis (HVM). Há ainda muitas medidas de segurança que você não pode ver”, lista o comunicado. Estações de trem e as carruagens também passaram por uma minuciosa seleção. “Quando você chegar em Windsor, haverá um sistema de triagem e busca. Quaisquer itens que possam representar um risco para o público serão removidos”, acrescenta a nota.

Fonte:Terra

(Por Marilise Gomes )

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.