Ariquemes alcança índice positivo no IDEB e é destaque com as séries iniciais

Nesta quarta-feira (04), a Secretaria Municipal de Educação (SEMED) divulgou um balanço com os dados alcançados pelas escolas municipais, no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB referente ao ano de 2017.

Pelo menos 09 unidades escolares, com ensino do 4ª ao 05º ano e 03 com turmas do 8º e 09º ano, ultrapassaram a meta estabelecida pelo MEC e foram destaque com algumas das maiores notas em Rondônia. Uma delas, a Escola Eva dos Santos que já era destaque, teve um salto de 6,9 em 2015 para 7,5 em 2017. Outro exemplo positivo foi a escola Jorge Luiz Moulaz que passou dos 4,4 na avaliação de 2015, para 6,2 em 2017.

De acordo com a Secretária da SEMED, Cleuzeni Maria de Jesus, os índices positivos são reflexos da implementação de estratégias, como a intervenção pedagógica e a capacitação de professores. “Nós tivemos uma preocupação muito grande em nivelar a qualidade de ensino em todas as nossas escolas, e melhorar a freqüência dos estudantes. Vale ressaltar que em 2017 foi implantado em algumas unidades escolares um Programa piloto de Intervenção Pedagógica (PIP), uma parceria com o MBC (Movimento Brasil Competitivo), que contribuiu com esses resultados. Nossa equipe pedagógica esta sempre em busca de mais conhecimento, além é claro das melhorias na parte física das unidades.” Enfatizou Cleuzeni.

Sobre o IDEB

O IDEB tem por objetivo, monitorar a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino. Os resultados são calculados a partir da taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho nos exames aplicados pelo Inep. Os índices de aprovação são obtidos a partir do Censo Escolar, realizado anualmente.

As metas estabelecidas são diferenciadas para cada escola e rede de ensino, com o objetivo único de alcançar 06 pontos até 2022, média correspondente ao sistema educacional dos países desenvolvidos.

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.