3 dicas para diminuir gordura abdominal

Especialista indica as melhores opções que amenizam a circunferência

3 dicas para diminuir gordura abdominal

Além de ser um incômodo estético, o excesso de gordura abdominal está associado a uma série de enfermidades, sendo muito prejudicial à saúde. Apesar da gordura que insiste em se acumular na barriga ser uma das mais difíceis de eliminar, hábitos adotados no dia a dia podem ajudar a prevenir e combater o problema.

De acordo com Ingrid Peres, gerente cientifica e fisioterapeuta dermato-funcional da Onodera Estética, saúde e estética devem caminhar juntas, a fim de que os resultados almejados sejam realmente benéficos e permanentes. “O acúmulo de gordura no abdômen é um grande incômodo para muita gente, porém, o problema vai além da questão da aparência física, pois pode contribuir com o aumento dos triglicérides, do LDL (colesterol ruim), da pressão arterial, além de interferir no bom funcionamentos dos órgãos e aumentar o risco de vários problemas de saúde como: acidente vascular cerebral (AVC), diabetes, obesidade, distúrbios do sono, dentre outros”.

Para prevenir e tratar a gordura abdominal, a especialista orienta algumas dicas que são aliadas ao bom funcionamento do corpo. Confira:

Alimentação Saudável – Apostar em uma dieta balanceada ajuda na redução da gordura corporal. “Um cardápio composto por frutas, legumes, verduras, e alimentos com fibras é importante para ingestão de antioxidantes que favorecem a eliminação de toxinas”, explica.

Exercícios Físicos – A prática regular de atividade física tem capacidade de reduzir o risco de doenças crônicas e promover qualidade de vida. “Além de favorecer na queima de gorduras, os exercícios melhoram o metabolismo e a circulação sanguínea”, completa.

Tratamentos estéticos – Somados às outras dicas, os procedimentos ajudam a diminuir o acúmulo de gordura abdominal e melhora a saúde da pele. “Dentre os tratamentos disponíveis no mercado podemos destacar o Shape Detox, tratamento rápido e que reduz o tamanho das células de gordura, melhora a nutrição e oxigenação do tecido, estimula a vasodilatação, elimina as toxinas, reduz inchaço e mobiliza o tecido, ajudando na uniformização da superfície. São indicadas de 6 a 10 sessões com 50 minutos de duração. Outro procedimento é a Criofrequência, tecnologia que utiliza o frio no controle da temperatura da pele, o que permite aumentar a temperatura interna, provocando um choque térmico. Da mesma forma, aumenta a oxigenação, a dilatação dos vasos e consequentemente aumenta o metabolismo celular, desintoxicando o tecido. São indicadas de 8 a 10 sessões que variam de 15 a 40 minutos de duração.

POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Comente

© 2013 - Desenvolvido por Webmundo Soluções Web - Todos Direitos Reservados.